TODA A SOLIDARIEDADE ÀS ESTUDANTES DA UFF

No dia 15 de Julho, duas estudantes da UFF e integrantes do DCE Fernando Santa Cruz foram agredidas verbalmente com termos machistas e racistas por um professor e membro da ADUFF (Associação dos Docentes da UFF). O CACO vem, por meio desta, prestar solidariedade às duas estudantes.

Na ocasião, a estudante de enfermagem Gabrielle D’Almeida foi chamada por um professor membro da ADUFF de “sua piranhazinha” e a estudante de Produção Cultural e diretora do DCE, Mel Gomes, ao questionar o professor de economia que proferiu o insulto, foi recebida com aos gritos com a agressão “você não é policial, sua preta”. A ADUFF já lançou notas de retratação mas continua negando a agressão racista à estudante.

Entendemos que cabe ao movimento estudantil, ao movimento social e a todos os setores preocupados com o combate às opressões prestar a solidariedade aos agredidos e não questionar as vítimas com base em convergências/divergências de campo político. Por isso, recebemos com surpresa a carta assinada por diversos professores da UFRJ e pela AdUFRJ (Associação dos Docentes da UFRJ), em solidariedade à ADUFF, em que as agressões às estudantes não são sequer citadas, somente a agressão a uma professora da ADUFF, a qual de pronto já nos solidarizamos.

O CACO seguirá alerta ao desenrolar dos fatos e consciente de seu papel no combate a toda forma de opressão.

CACO – Gestão 2015 :: Pelo Direito, Sempre!

You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave a Reply